Semente Semanal #5 A Tartaruga Marinha

A Tartaruga Marinha

Semente Semanal #5 A Tartaruga Marinha

O Brasil vive um momento extremamente delicado. Hoje temos uma grande preocupação que atinge direta e indiretamente qualquer pessoa que vive em nosso país e até mesmo em nosso planeta.

A rica fauna brasileira está entrando num momento onde preservação nada mais é do que obrigação.

A lista nacional de espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção é a melhor prova de que estamos vivendo um problema assustador. O Brasil possui uma lista de  mais de 627 espécies que hoje são ameaçadas de não existirem mais.

Se você alguma vez em sua vida entrou no mar e teve o privilégio de dividir espaço com uma tartaruga marinha,  com certeza sabe da importância que merece um assunto como esse.

Ao todo em nossa fauna, existem sete tipos de tartarugas marinhas: Tartaruga-Oliva, Tartaruga-Cabeçuda, Tartaruga-Verde, Tartaruga-de-Pente, Tartaruga-de-Kemp, Tartaruga-de-Couro e Natator Depressus.

 Esse gigante das águas pode atingir o tamanho de um, e até mesmo dois metros de comprimento e incríveis 600 kg de peso. Essas medidas mostram que o nosso problema é muito maior do que imaginamos. Em alguns lugares do Brasil, chega a ser comum vermos tartarugas nadando entre os surfistas, principalmente se estivermos falando de algum pico onde a água é fria, já que por conta de sua grande camada de pelo grossa e oleosa, a tartaruga marinha consegue se adaptar mais fácil.

Semente Semanal #5 A Tartaruga Marinha

Esse incrível animal se alimenta principalmente de águas-vivas. Aí entramos em um grande problema envolvendo o ser humano e a natureza.  Por causa de nosso consumo absurdo de produtos e também pela falta de respeito em relação ao planeta, as sacolas plásticas viraram um problema para o ecossistema e diretamente também, um problema para as tartarugas. O descarte de forma errada desses resíduos como as sacolas faz com que grande parte dela acabe parando no mar, e consquentemente se torne um inimigo direto na VIDA dessa espécie. As tartarugas marinhas acabam confundindo e comendo essas sacolas, causando indigestão seguida de morte. Esse simples fato que se traduz como desumano é o principal fator que deixa a tartaruga marinha como uma das espécies mais ameaçadas entre todas as 627.

 Podemos encontrar essas raridades da natureza perto da costa, mas pode ter certeza que essa tartaruga que você viu é um belo filhote. As tartarugas em seu desenvolver da vida, vive perto da costa onde é mais fácil encontrar algas e folhas para se alimentar. Elas vivem aqui por perto até completarem mais ou menos 20 e 25 anos, época em que passa a ser considerada uma tartaruga adulta, e então depois desses anos vividos, a tartaruga marinha se joga na imensidão do mar!

Podemos identificar se o animal é macho ou fêmea olhando para sua pata. Quando nascem, todos os filhotes tem unhas, já quando crescem, as unhas das fêmeas passam a se soltar, diferentemente dos machos, que mantém uma unha firme e comprida em cada nadadeira. Essa unha é importante para que o macho se agarre à fêmea enquanto está se acasalando. Em geral, as tartarugas marinhas colocam seus ovos de 4 a 6 vezes por temporada. Cada desova pode render entre 61 e 126. O número chega a ser animador, mas como é normal da espécie, as tartarugas nascem enfrentando uma grande jornada na vida.

Semente Semanal #5 A Tartaruga Marinha

Desovados em um buraco feito pela própria fêmea na areia,  os filhotes nascem sem a ajuda de nenhum adulto, e então são obrigados a enfrentarem logo de cara o mundo com a missão de chegar até o mar sem serem pegos por predadores e até mesmo caçadores que se aproveitam da fraqueza dos filhotes para capturá-los. Portanto esse número de filhotes que nascem acaba não sendo o número de filhotes que vivem.

Como o ser humano pode ser tão cruel e até mesmo irresponsável com a vida marinha.

Um grande aliado da esperança da espécie é o projeto Tamar. O projeto Tamar existe a mais de 20 anos e atua nas principais praias do Brasil onde as fêmeas fazem a tal desova. A principal função do projeto é pesquisar o comportamento e elaborar ações para preservar a espécie. Esse belo animal trás além de sua beleza e superação de vida logo ao nascer, algumas curiosidades. Por viverem na água salgada, as tartarugas acabam bebendo muita água e consequentemente ingerindo muito sal para o seu organismo, fazendo com que o seu corpo elimine essa quantidade excessiva de sal através de lágrimas. Portanto é comum ver uma tartaruga chorando. Esse animal tão bonito, que impressiona a todos está morrendo!

O Árvore Surf resolveu falar um pouco sobre esse animal surpreendente com o objetivo de exaltar a indignação de quem todos que sofrem quando se lembram que o respeito pela vida está sendo esquecido. Não podemos mais admitir que espécies de nossa fauna em extinção seja um fato normal. Já passou da hora da sociedade mudar, a nossa raça mudar. A vida merece a maior atenção que podemos dar, devemos salvar os animais, devemos respeitar a vida que vem da mesma TERRA que nós humanos viemos!

Árvore Surf

Fortalecendo o verdadeiro espírito da vida!

Curta / Siga

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s